É trend: Short Saia Assimétrico

Quando a gente pensa que “não tem mais o que inventar”, a moda vem e nos contradiz. A criatividade parece estar em alta e acompanhada de muito bom gosto. A tendência manifestada é conhecida como short saia assimétrico, short saia origami, ou simplesmente saia assimétrica (quando não vem acompanhada de short).

Muitas bloggers famosas já aderiram a tendência e, como muitas ditam moda, é possível que essa peça tenha vindo pra ficar! Vamos nos inspirar quanto ao uso?
Parece inusitado, mas uma combinação mais descontraída que pode até levar um toque rocker, é essa de short saia assimétrico com moletom e abotinados. Particularmente, não curto pra mim. E admito: é preciso atitude pra usar um look desse!

Quem é fã do pretinho básico pode optar por esse modelo mais básico: A assimetria da saia não fica tão evidente quando o look é repleto de peças da mesma cor (pretas, no caso). Adorei! Embora, seja um look também que requer atitude, é mais clássico.
Como vocês repararam, essa trend surgiu no inverno. Usar com suéter e camisa fica muito bom! E essa saia azul é mais um truque pra fugir do óbvio preto e branco. Adorei!

Mais um look com moletom. Dessa vez, ganha um pouco mais de feminilidade devido as sapatilhas. Esse dá pra arriscar usar rs.

O clássico “deu branco”! Curti a combo pelo seguinte fato: O blazer boyish (maior, parecendo que pegou do closet do namorado) proporcionou o desenho da silhueta. Deixou-a com a cintura mais fina. Mas vamos combinar: não curti muito o umbigo de fora, fica meio vulgar. Mas o look em geral é lindo!

Pra finalizar, essa combo de blusa amarelinha e short saia preto com sapatos nudes de spikes. Adorei! Ficou mais casual e feminino que os outros. Observe que os acessórios têm o poder de tornar um look mais feminino.
As dicas que eu deixo: Agora no inverno, quem quiser aderir, pode usar com uma meia- calça cor da pele, tricô, croppeds de manga comprida, abotinados ou sapatilhas que cubram mais o pé. Espero que a tendência se estenda ao próximo verão e aí poderemos aderir em combos mais fresquinhas!

Um beijo!

Resenha: O Lado Bom da Vida

Finalmente consegui um tempinho pra fotografar e fazer as edições pra resenha do blog! :D

O livro que li há pouco tempo é “O lado bom da vida” (tem o filme, galera! já viram? estrelado por Bradley Cooper, Jennifer Lawrence e Robert De Niro!) e vou falar um pouco sobre ele, pra vocês.

Resenha: O lado bom da vida
Autor: Matthew Quick
Editora: Intríseca
Tradução: Alexandre Raposo

Sinopse: “Pat Peoples, um ex- professor na casa dos 30 anos, acaba de sair de uma instituição psiquiátrica. Convencido de que passou apenas alguns meses naquele “lugar ruim”, Pat não se lembra o que o fez ir para lá. O que sabe é que Nickki, sua esposa, quis que ficassem um “tempo separados”. 
Tentando recompor o quebra-cabeça de sua memória, agora repleta de lapsos, ele ainda precisa enfrentar uma realidade que não parece muito promissora. Com o pai se recusando a falar com ele, a esposa negando-se a aceitar revê-lo e os amigos evitando comentar o que aconteceu antes de sua internação, Pat, agora viciado em exercícios físicos, está determinado a reorganizar as coisas e reconquistar sua mulher, porque acredita em finais felizes e no lado bom da vida.
Uma história comovente e encantadora, de um homem que não desiste da felicidade, do amor e de ter esperança.”


Minha nota: Já que vi o filme antes de ler o livro (infelizmente), comecei a ler e achei tudo muito igualzinho ao filme – ou será que alguns detalhes eu não me recordo? – devido a isso, enjoou no início. É praticamente metade do livro descrevendo jogos de futebol americano, e como nunca vi um e não entendo muito bem, também devido a isso deu aquela vontade de parar e deixar o livro de lado. Mas assim que retornei da minha semana de provas na escola, me empenhei a continuar a leitura, porque não gosto de pegar um livro pra ler e não chegar até o fim: fico naquela expectativa de “será que o final é bom?”. Então continuei. E me deparei com uma leitura extremamente atraente. Parecia que eu tinha pegado outro livro para ler. Deixou de ser aquela leitura cansativa para algo que prende a atenção.
Me apaixonei por Pat, por ele querer ser uma pessoa melhor depois que saiu do “lugar ruim” e por estar sempre vendo o lado bom das coisas. Me identifiquei com o personagem por enxergar a vida como filme, onde busca sempre seu final feliz.
Mas fiquei com raiva de Nickki, que nunca aparece na história. Não por ser má pessoa, mas pelo que dizem dela e pelo que ela fez; não foi muito feliz em suas escolhas.
Tiffany me surpreende com sua história – que aliás é bem parecida ao que retrata no filme, ambas histórias: de Pat e de Tiffany. E o jeito fascinante que ela consegue de ajudar Pat.
Em meio a jogos de futebol americano, concurso de dança e vários acontecimentos surpreendentes, Matthew Quick lembra aos leitores que milagres existem e que nossa vida nem sempre ganha o “final” que gostaríamos, mas pode ser melhor do que imaginamos. 

Agradecimentos a Gabriele, que me emprestou o livro. *-*
É isso! Minha segunda resenha de livro aqui no blog. Uma pena mesmo que eu não tenha tanto tempo pra ler, mas amo quando esse tempo me é permitido! rs
O que vocês acham da próxima resenha em vídeo?! Ficaria menos cansativo pois vocês não precisariam ler tanto? hahaha Podem me dizer aí! Até a próxima ;)
Beijos!

Tattoo: Uma forma de expressão

Há muito tempo que venho querendo fazer esse post. Acredito que tatuagem seja ainda um assunto polêmico e que chame bastante a atenção das pessoas. Com certeza ainda há muito preconceito, mas também muita aceitação. Aliás, é só mais uma forma de expressão do ser humano. A partir de tattos, você pode sim demonstrar a sua personalidade e se comunicar com os indivíduos a sua volta.

Claro que é impossível mostrar o significado de cada tatuagem, mas separei algumas que fazem sucesso e que eu adoro! Talvez eu até teria coragem de fazer uma ou outra rs.

Em geral, as pessoas costumam tatuar frases, ou simplesmente palavras. Como: “Faith” (fé), “Freedom” (liberdade), “Eternity” (eternidade), “Stay Strong” (Continue forte), “Believe in yourself” (Acredite em você), “Alis volat propriis” (Voe com suas próprias asas), entre outras. Acredito que frase tem que ser algo realmente forte, que esteja ligada a uma conduta, ou algum sentimento.

A tatuagem de Dente de Leão, além de super feminina e delicada, tem um lindo significado: a realização de um sonho ao soprarmos suas pétalas.
As penas são símbolos de espiritualidade. Podem significar sorte, liberdade ou convicção. Uma única pena caída, pode simbolizar uma perda. E seu significado pode variar de acordo com o tipo de pena. Por exemplo: de águia simboliza força e coragem, de coruja simboliza proteção, etc.

Tatuagens de coroa podem significar autoridade e poder. Além disso o auto controle de sua própria vida. E mais: Lembrete para se usar a autoridade com sabedoria e pensar antes de agir.

O infinito, embora seja representado por um número, passou a designar “amor sem fim”, então normalmente está relacionado a algum sentimento que espera-se que seja eterno.

As âncoras, por terem forte ligação com o mar e por dar estabilidade ao navio ao ficar estacionado, representa tranquilidade, firmeza e fidelidade. Seja no ramo profissional ou amoroso.
As aves têm uma forte ligação com o divino e com a proteção. Pode simbolizar a paz (pombas), renascimento ou até mesmo o amor (andorinhas).
Na verdade, o que vale mesmo é tatuar algo que tenha um significado único pra você! Como pra mim, as aves representam liberdade, as âncoras podem ter um significado totalmente diferente pra você. Mas claro, essa pesquisa antes de tomar uma iniciativa é totalmente válida! Você tem uma tatto? Qual o significado dela? Conta pra gente! ;)
Um beijo e até a próxima!

Desejo do Dia: Maxi Suéter

Oi galerinha!
Quem tá de férias, em casa e com esse friozinho de Friburgo (ou da onde for), sabe que o look do dia tem sido mais o pijama quentinho do que qualquer outro. Mas quem sai pra trabalhar deve estar tendo uma dificuldade de sair da cama… hahaha E aliás, precisa de um look beeem quentinho pra não passar frio! Por isso, estou encantada com o Maxi Suéter, a peça desejo do dia!

Que tal se inspirar e investir nessa peça que é it no inverno?

Me encantei com esse com a bandeira do Reino Unido! Aliás o look por completo está lindo! Todo baseado no preto.

Esse listrado foi usado com uma camisa jeans por baixo. Como as listras são mais grossas (o que dão um aspecto masculino), o maxi suéter foi muito bem usado com saltos para obter um toque de feminilidade.

Esse é maxi de verdade! Usado com chapéu e abotinados, ficou uma graça!

Lindo esse maxi suéter salmão chamando a atenção pra ele, já que o restante do look é preto.

Suéter cinza requer atenção especial: Para não ficar apagado, use com alguma peça mais chamativa, como essa maxi clutch.
Por fim, um suéter para dias nem- tão- frios- assim. De tricô, cheio de detalhes! Combo romântica essa!
A moda e suas facetas: que sempre vai e volta com seus truques minimalistas, maximalistas mas que sempre são capazes de criar uma nova forma de se vestir e se expressar. Isso que me encanta. Eu curto demais e nesse friozinho preciso de um desses pra me esquentar de vez! 

Arrumando o Closet

Oi galera!
Passando pela galeria do We Heart não pude deixar de reparar em uma imagem linda de um closet (esse aqui embaixo!) e logo logo já veio a vontade de buscar outras alternativas para esse espaço e dividir aqui com vocês. Eu não tenho closet, mas se um dia eu tiver um espaço em casa, com certeza o farei. E claro, de acordo com meu gosto e necessidade.
Se você não tem muita coisa e nem muito espaço no closet, uma ideia bacana é investirem prateleiras e araras, bem minimalistas.

Outra ideia bacana é investir em móveis sofisticados e retrô. Pode-se criar um ambiente romântico com papel de parede floral e móveis brancos.

Para closet de casal, a melhor opção é escolher cores neutras e dividir o espaço de forma igualitária.

Closet masculino é normalmente bem mais minimalista que o feminino. Essencial um puff ou um banco bem confortável para calçar os sapatos. Não acham?

Uma ideia ótima pra proteger as roupas da poeira: uma cortina. O espaço pode ser “embutido” na parede. Criando assim um espaço integrado ao quarto.

Closet de adolescente: Cores vibrantes, estampas, móveis retrô e muita iluminação! Combinação perfeita! Para aproveitar o espaço, pode-se aderir às prateleiras de vidro em uma parede inteira.

Deixar tudo em araras no closet facilita na hora da escolha, mas é válido pra quem tem muito espaço!
Quando o espaço é pequeno, aderir a nichos pode ser a solução!
Closet também é lugar de make, perfumes, cosméticos… Então reserve um espacinho somente para esses detalhes. E pode ser que haja espaço para uma decoração, como nesta imagem: os quadros dão aquele up!
É isso! E você, tem um closet? Gostaria de ter? Conta pra gente!
Beijos!!!

Photography: Tarde de Domingo

Oi genteee! Última semaninha de férias, então a gente tem que aproveitar né?
No último domingo (ontem), fui a casa de um amigo com a minha família e passamos o dia por lá! Como é bom a gente se desligar um pouquinho da rotina… E como o lugar é lindo, não poderíamos deixar de pegar uns cliques e trazer aqui pro cantinho “photography” do blog ;)

Sim, casinha na árvore! Coisa mais lindinha 

Detalhes dos brincos de coração e colar em forma de perfume chanel 

Voltando a ser criança em um balanço. Quem não gosta? 
Tentativas desastrosas de pular hahaha 
Flor mais linda que eu não sei o nome 
Minha fotógrafa, ou melhor, minha gêmea. Obrigada pelas fotos, irmãzinha! 

Com essas fotos, quero deixar a vocês:
Sorriem! Sim, independente do que esteja acontecendo em suas vidas, independente do que os outros acham de vocês. Sorrisos abrem portas!

Um Beijo! 

Procura-se

Alguém que ouça Clarice Falcão, Legião Urbana, Maria Gadú e Alejandro Sanz ao invés de rock ou funk. Alguém que sinta saudades e mande sms às 3 da manhã. Que goste de história; ao ponto de ter uma agradável tarde num museu de arte e depois num Starbucks Coffe.  Alguém que goste de ler romances, jogar vídeo game, ver filmes dramáticos, de animação ou de comédia. Que goste de blogueiros. Que queira viajar o mundo, principalmente para os países onde “hablan español”, pelo menos vou compreender o que dizem. Alguém que corra atrás dos sonhos. Mas que é capaz de abrir mão de alguns pra viver outros sonhos comigo. Alguém que goste de poesia, que faça das palavras verso, que admite um “eu te amo”, nem que seja dito baixinho ao pé do ouvido. Ou em español, quem sabe. Alguém que me tire noites de sono, mas por motivos de felicidades sem fim. Não porque me fez passar o dia triste e a noite chorando. Alguém que prefira uma pizzaria ao invés de uma mesinha de bar. Que possa também tomar um chá ou um café, nem que seja só pra acompanhar. Alguém que ame fotografia. Alguém que esteja disposto a largar a balada e pronto para dançar na chuva em compassos de um relacionamento que dê certo, embora eu dance mal. Mas se eu tiver o par certo, quem sabe não pego os passos?
Alguém que goste dos meus amigos, não apenas “os suporte”. Alguém que não ligue pro meu corpo cheio de marcas dos tropeços que já dei na vida. Alguém que veja minha essência, ao invés de pernas. Alguém que valorize minha amizade e a queira para a vida, independente do que nos aconteça. Alguém que, não importe as consequências, esteja ao meu lado caso eu precise de um ombro pra chorar. E de um beijo, em meio às lágrimas.
Não quero mais menino, quero homem. Que queira minha presença aonde for. Que mesmo cansado, tire um tempo pra me ver e dizer que sente saudades. E aja de forma clichê trazendo flores e bombons. Que não tenha medo de arriscar, que tire meus pés do chão.
Não, ninguém é perfeito. Mas como dizem: “pra quem não sabe aonde quer chegar, qualquer caminho serve”. Talvez, se soubéssemos o que procuramos em alguém, não quebraríamos tanto a cara. Então, por que não, um anúncio de “procura-se” para encontrar o amor?!

(Crônica, por Joyce Costa)

Decor: Amplie o ambiente

Muitas vezes nós ficamos naquele impasse: qual mobiliário cabe em um espaço tão pequeno? Ou então, temos que saber aproveitar o espaço para ficar agradável visualmente. Pra muita gente é uma tarefa complicada. E por isso resolvi dar algumas dicas para ampliar o espaço. Bora conferir?!

1. Mesa Redonda: Ocupa menos espaço do que uma mesa quadrada ou retangular convencional. Detalhe importante para residências e até mesmo para espaços comerciais: Os cafés e lanchonetes podem apostar!

2. Paredes Brancas: Ótimo truque! Afinal, tudo que é mais claro aumenta visualmente (até na moda!). Olha só este quarto como é pequeno! As paredes brancas ajudam muito, além de dar aquele ar aconchegante e clean.

3: Espelhos: Essenciais para ampliar, já que reflete o ambiente como um todo. Também amplia visualmente, inclusive quanto há uma parede de espelho.

4. Poucos móveis: Sinto muito quem adora encher a casa de mobiliário e enfeites. Mas espaços pequenos pedem poucos móveis. Seja minimalista!
5. Ambiente Integrado: Abra mão de paredes, caso a edificação permita e integre sala com copa e cozinha. Até aproxima as pessoas! É amplia bastante o espaço.

6. Aproveite todos os cantinhos possíveis: Afinal, fica com falta de espaço e desperdiçar alguns cantinhos não rola! Principalmente debaixo de escadas, mesas, bancadas.

7. Móveis 2 em 1: Isso é uma inovação e promete ser a carta na manga pra quem tem pouco espaço em casa! Aquela cama que se esconde na parede, sofá- cama, cadeira que vira escada e por aí vai.

Curtiram? É só pôr as dicas em prática e não tem erro!
Um beijo!

Minha mãe é uma peça

Sábado passado fui ao cinema conferir o filme tão comentado “Minha mãe é uma peça”. Daí que gostei tanto que tive que vir falar um pouco dele pra vocês.

Gênero: Comédia
Classificação: 12 anos
Duração: 85 minutos
Dirigido por: André Pellens
Produzido por: Globo Filmes

Sinopse: Adaptação da peça que já levou milhares aos teatros pelo Brasil, “Minha Mãe é uma Peça” acompanha Dona Hermínia, uma mulher de meia idade, aposentada e sozinha, que tem como preocupação maior procurar o que fazer. Para uma mãe dedicada a preocupação com os filhos é sempre uma ocupação, mas os filhos de Dona Hermínia cresceram, e ela está entediada. Sem um trabalho ou um companheiro, a nada simpática Dona Hermínia passa seu tempo desabafando com a tia idosa, a vizinha fofoqueira e a amiga confidente. A personagem nada caricatural quanto aos humores, gostos e ataques femininos repetirá as gargalhadas nas telas do cinema.
Minha Nota: A gente se diverte do início ao fim do filme, mesmo com partes de cortar o coração de vez em quando. É possível até esquecer da pipoca, de tão envolvente que é a história. Em meio a flash backs e momentos presentes, Hermínia dá um show de humor comentando sobre seus filhos, seu ex, sua amiga e sua vizinha. O que não curti foi apenas o final, por não ter um fim específico. Mas vale muito a pena assistir para dar boas gargalhadas. Recomendo!

Fica aí o trailer oficial:

Quem já assistiu nos cinemas pode comentar! ;)
Beijinhos!!!

Para aderir: Cropped Top

A pedido de leitores, hoje venho falar um pouco sobre uma tendência de moda pra lá de sexy: O cropped top. Muito usado nos anos 80 e 90. Mas vamos combinar, que é moda restrita às magrinhas. Na verdade, a moda vem sempre a favor de todos, mas temos que ter o bom senso para discernir se a tendência que surge é adequada ou não ao nosso tipo de corpo.  Pra quem é um pouco acima do peso, a peça pode ser como um objetivo para perder uns quilinhos!Vamos nos inspirar?

Um cropped rendado acompanhado de saia, bolsa e sapatos em cores pastéis. Sofisticado e romântico a mesmo tempo.

Cropped floral e saia rodada em cores vibrantes demonstra um ar mais sexy e romântico. Perfeito o look!

A combo P&B não sai de moda, é clássica e ainda dá super certo com o cropped. Por exemplo neste look, onde foi usado um cropped de guipir, com um shortinho de cintura alta e sandálias de tiras.

Pra quem é hipster, um cropped acompanhado de saia com transparência e abotinados, é perfeito!
E o cropped pode dar aquele charme em looks básicos. Como neste look de praia com uma calça cenoura.

As celebs aderiram: Selena Gomez, Giovanna Ewbank e Sthefany Brito. Todas usaram de formas diferentes mas arrasaram! Curti demais o blazer sobrepondo o cropped, pois desenhou a silhueta.

Observaram o truque? Para não tornar o look vulgar e continuar sendo sexy, basta usar com uma peça de cintura alta. Jamais mostre o umbigo. E aquela velha regra também vale: Cobriu em cima, pode usar algo mais curto embaixo e vice-versa.
Eu to querendo um de manga comprida como o da Giovanna! *-*
E vocês, prontas para aderir?
Beijo!